“Em dois meses, é possível ver alguma mudança após aprender novos hábitos que te levarão ao emagrecimento, principalmente com uma dieta balanceada e exercícios. Claro que, com persistência, foco e disciplina, qualquer uma de nós alcança o que quer, mas é necessário essas três habilidades entrarem em ação”, conta a especialista.

Uma dica de Gabi é apostar em suas atividades físicas favoritas. “Entre em ação! Algo em grupo e aulas na academia te darão mais motivação, sem esquecer da alimentação balanceada e muita disciplina. Primeiro, você precisa saber onde quer chegar. Em um papel, escreva qual seu objetivo e trace uma meta realista. O que precisa fazer para atingir esse objetivo? É necessário visualizar o que quer atingir, pois, assim, fica mais fácil para a mente assimilar”, completa a coach.

Outros pontos importantes, de acordo com Gabi, são: disciplina e organização: “Programe-se! Antes de ir para algum evento social ou antes do final de semana, anote em um papel qual compromisso irá fazer com você mesma, o que irá consumir e qual quantidade, não burle esse compromisso. Leve esse papel com você e sempre tenha em mãos lanchinhos saudáveis, para quando bater fome ou vontade de comer algo fora do combinado. Eu mesma, durante meu processo de emagrecimento, cansei de comer escondida no banheiro (risos). Não queria que me vissem levando minha própria comida, mas, hoje em dia, nem ligo para isso. Dessa forma, você faz um compromisso com você mesma, porque os outros nada têm a ver com o seu objetivo. O que importa é o que você quer, onde quer chegar e qual caminho seguirá até lá”, destaca.

Segundo a coach, dá tempo suficiente para atingir metas realistas até o final do ano e entrar 2019 com um corpo e uma mente mais saudáveis. “Para um emagrecimento saudável e sem pressa, é normal eliminar entre 0,5 a 1 kg por semana, mas claro que depende de vários fatores: idade, composição corporal, metabolismo, atividade física etc. Jamais se compare com outra pessoa. Lembrando que 1 kg de tecido adiposo corresponde ao estoque de energia de, aproximadamente, 7.700 calorias. Portanto, para perder 0,5 kg por semana, por exemplo, é preciso reduzir a ingestão calórica na seguinte medida: 3.850 calorias/7 dias = 550 calorias por dia a menos”, ilustra.

“Na verdade é mais importante prestar atenção no que se come do que o quanto se come. A qualidade do que consumimos é extremamente importante, 50 kcal de gorduras boas (como abacate) são melhores do que 50 kcal de torta de maçã. Leia os rótulos e compare alimentos, dê preferência a alimentos com o mínimo possível de ingredientes. (…) Não esqueça que é sempre bom procurar um profissional para ter a orientação correta”,finaliza.

Leia a Matéria no site da D24am.com: Dois meses para arrasar no biquíni